BUDISMO NISKAMA KARMA QUEM SOMOS?

Ordem Monástica e Filosófica Budista Niskama Karma

Entidade Beneficente e Assistencial sem fins lucrativos.

BUDA FREE 3

 Nossa ordem tem por objetivo preservar os ensinamentos originais do Buda Siddhartha Gautama e transmiti-lo a todas as pessoas interessadas em minimizar a insatisfação desta existência.

Buda resumiu sua filosofia em quatro aforismos fáceis de serem compreendidos, a saber:

1 – Fora daquilo que lhe pertence tudo é dor. Para facilitar a compreensão troque a palavra dor por “insatisfação” e procure compreender que o que lhe pertence não são as coisas que podem ser compradas nem que podem ser roubadas.

2 – A causa da dor é o apego. Compreenda que o querer e o desejar faz parte dos impulsos humanos básicos e geram a convivência social, a família e as realizações humanas. Mas o apego gera insatisfação (dor).

3 – Cessando o apego cessa a dor. Compreenda que embora o querer e o desejar sejam impulsos humanos básicos (observe o comportamento de um bebê) o apego é sempre uma escolha da mente e como tal pode ser disciplinado. Sempre considerando que o significado original da palavra “disciplina” é apenas “ensinar algo a si mesmo.”.

4 – O método para cessar a dor é a Senda Reta dos Oito Caminhos. A Senda Reta é denominada Ashtanga Yana em sânscrito e se compõe de oito partes:

  1. Compreensão Correta.
  2. Aspiração Correta.
  3. Palavra Correta.
  4. Ação Correta
  5. Meio de Subsistência Correta
  6. Esforço Correto
  7. Consciência Correta
  8. Meditação Correta.

NÃO É RELIGIÃO

Como o Buda tratava desta vida e não da vida após a morte e não se dedicava a ensinar sobre Deus, em nossa Ordem não consideramos o Budismo como uma religião e sim como uma filosofia de vida.

Assim sendo compartilhamos nossos ensinamentos sobre Budismo e até permitimos que se tornem ascetas (chamados no Brasil de monges ou monjas) qualquer pessoa independente de suas crenças religiosas.

O Budismo não é religião e não foi intenção do Buda apresentar ao mundo um método religioso.

Em nossa Ordem dedicamo-nos à questão do sofrimento humano, sua compreensão e o aprendizado necessário para fazer cessar a insatisfação (dor) e, por consequência, manifestar a felicidade.

Isso torna o Budismo um recurso insubstituível tenha você uma religião ou não, acredite em Deus ou não.

Mesmo que você tenha uma religião, seu estudo ou sua pratica desde que adote o amor, a compaixão, o não praticar o mal, estão perfeitamente compatíveis com a prática do Budismo.

Para uma pessoa profundamente religiosa o Budismo é um excelente recurso de realização espiritual independente de qual religião ou denominação pertença.

Para obter informações sobre nosso curso à distância clique aqui.

Se desejar falar conosco:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem