Como lidar com a RESILIÊNCIA no emagrecimento?

RESILIENCIA

Como prometi estou dando continuidade a meu artigo anterior.

Antes de ler este artigo leia o artigo anterior e vai entender melhor tudo que eu digo aqui.

Mas um aviso aos desavisados: a ilustração acima não é doce de leite não, é uma tentativa de demonstrar a plasticidade e capacidade de deformação e retorno ao estado padrão do plástico que na física é chamada de resiliência.

Então pare de babar no tapete e continue a ler!

Quanto à resiliência em seu processo de emagrecimento, há uma maneira de lidar com isso durante a dieta e outra de lidar com isso depois da dieta.

Durante a dieta a resiliência é a pior dificuldade a ser enfrentada tanto pelos idosos quanto pelos obesos muito pesados.

O obeso com muito peso tende a emagrecer muito rápido mas tende a engordar ainda mais rápido devido à resiliência quando interrompe a dieta.

É preciso que você se lembre que a palavra “dieta” vem do grego DIAITA e significa “modo de viver”.

A DIAITA dos gregos incluía a maneira de se alimentar, mas não era só isso, também incluía a filosofia de vida, a busca da espiritualidade, o convívio familiar, o relacionamento com os demais, a ética e os exercícios físicos.

Portanto o praticante da DIAITA não a buscava para emagrecer e sim para viver melhor e algo que você faça para viver melhor é para ser feito pela vida inteira e não apenas quando você quer emagrecer.

Ora, se você pratica pela vida afora e nunca para de praticar você nunca terá problemas com a resiliência porque nunca vai interromper a maneira correta de se alimentar.

E vai acontecer uma consequência ainda mais séria e importante: você vai ter uma saúde de ferro nem resfriado você vai pegar mais!

Minha esposa, que não segue minha dieta porque é bem magra (pesa próximo de 40 quilinhos apenas) todos os anos toma essas vacinas da gripe e vive gripada o ano inteiro, não quero exagerar mas acho que ela pega umas três gripes por ano, uma a cada quatro meses.

Mesmo convivendo com ela eu raramente pego gripe, nem me lembro da última vez que peguei.

Mas há dois fatores a considerar para quem é demasiadamente obeso ou idoso em relação à resiliência.

Primeiro: você só começa a emagrecer para valer (se é que esse é o seu objetivo) quando atinge a cetose, em torno do terceiro ou quarto dia após iniciar sua Dieta Páleo Simplificada.

E em que consiste a cetose?

Quando você elimina completamente os açúcares e o carboidrato, você consegue manter a insulina em níveis normais e isso faz com que seu corpo comece a mobilizar as gorduras transformando-as na energia que você necessita para suas atividades diárias.

Você não está mais transformando os carboidratos em energia, está transformando a gordura em energia.

E quando seu organismo transformar em energia toda a gordura que você ingeriu, vai começar a transformar em energia toda a gordura acumulada em seu corpo e você vai queimar essa gordura mais rápido do que a chama consome uma vela!

E isso vai permanecer constante enquanto você mantiver a cetose.

O mecanismo da cetose não se fundamenta em calorias nem na quantidade de alimentos que você come, é um processo bioquímico e não calórico.

Mas isso não significa que você vai continuar emagrecendo na mesma velocidade que emagreceu aos primeiros dias de sua dieta.

Não vai emagrecer tão rápido mas vai continuar emagrecendo mesmo que devagar até alcançar seu peso ideal e isso é o que interessa.

E o que pode ajudar nessa fase?

Ingerir água com cloreto de magnésio PA.

Mas o seu objetivo é apenas obter um leve efeito laxante e não virar o Capitão América, portanto para saber mais a respeito leia este meu post clicando aqui.

Mas para aqueles que não estão interessados em saúde e querem apenas emagrecer, o que fazer depois que terminar a dieta?

Quem busca emagrecer através da Dieta Páleo Simplificada emagrece muito rápido e depois (os menos sensatos ou os que sofrem muito com a retirada dos carboidratos devido à dependência química) quer voltar aos carboidratos.

Pois bem, você atingiu seu peso ideal e quer voltar a introduzir alguns carboidratos.

Tudo bem vou lhe dar duas dicas preciosas.

Lembra-se da escadaria no post anterior?

Você precisa ir além da normalidade e em termos de peso é emagrecer um pouco a mais do que acha ideal.

Suponhamos que você pesasse 120 quilos e emagreceu, como eu, 53 quilos indo para os 67 quilos.

Minha primeira dica é: emagreça mais uns dois ou três quilos para obter o “efeito escadaria” que descrevi no post anterior.

Segunda dica: se você não consegue viver sem carboidratos, reintroduza-os aos pouquinhos, bem pouquinho e nunca com produtos que contenham açúcar, adoçantes químicos ou que sejam industrializados, prefira as frutas e os sucos naturais.

Se você o fizer devagar vai perceber efeitos “engordantes”, mas dentro do que é razoável, que você consiga lidar.

Por exemplo quando como frutas demais ou alguma massa em dia de festa, engordo um bocadinho mas a quantidade que engordo nunca ultrapassa os quilinhos a mais que emagreci quando obtive o efeito escadaria e dois ou três dias depois já retornei a meu peso ideal.

Se eu consigo você consegue também, não sou melhor do que você.

Por você, por sua saúde e por um emagrecimento rápido e eficaz.
                                      Dr. Marco Natali
Seguir os procedimentos básicos é bom,
mas seguir o exemplo de quem já chegou lá é ainda melhor.

Para ver depoimentos de pessoas que emagreceram
clique aqui.

Para saber quem é o Coach Dr. Marco Natali clique aqui.

Divulgue este Blog e esta oportunidade de Consultoria Gratuita para seus amigos e amigas, vamos ajudar a quem precisa.

Deixe um comentário abaixo por favor.

 

Para retornar à página inicial clique aqui.