Emagrecer sem exercício?

exercicio

SE VOCÊ QUER EMAGRECER
COM EXERCÍCIOS:

Não recomendo que você compre esses cursos caros que lhe oferecem emagrecimento rápido a custas de uma pequena sessão de exercícios de alta intensidade de 5 a 15 minutos por dia.

Em primeiro lugar porque isso só funciona para gente muito jovem que não tem problemas nos joelhos, ou nos tornozelos, que são muito comuns em pessoas gordas.

Em segundo lugar além dos exercícios de alta intensidade não serem recomendáveis às pessoas obesas são muito difíceis de serem mantidos por muito tempo.

Depois de tudo que eu já disse aqui a respeito de exercícios você ainda quer emagrecer através desse recurso?

É possível emagrecer com exercícios?

Sim, é possível, desde que você cumpra duas condições: modere sua alimentação e realize exercícios aeróbicos de baixa intensidade por pelo menos 45 minutos (os de alta intensidade são uma grande ilusão e você vai recuperar rapidamente todo o peso perdido).

Mas é um sistema medíocre e faz parte dos métodos que chamo de “meia boca” porque você tem que controlar a boca e diminuir a ingestão de alimentos.

Será que eu tenho experiência para compartilhar a respeito?

Sim tenho.

Tenho minha própria experiência.

Logo que voltei do Rio de Janeiro para São Paulo, estava “duro” e desempregado.

Dediquei-me então a ministrar algumas palestras de PNL aproveitando que havia sido aluno do John Grinder criador da matéria.

Mas eram palestras esparsas e a um preço muito modesto, insuficientes para manter meu aluguel e uma alimentação decente.

Se isso não bastasse, quando eu ainda tinha alguns tostões que me permitiam andar de ônibus, fui roubado dentro de um ônibus lotado.

Senti que alguém enfiava a mão em meu bolso, dei um tranco no cara, mas ele pulou fora do ônibus e dei por falta da minha carteira.

Eu estava me divorciando e só havia me restado como documento o passaporte e, pasme, o juiz não aceitava o passaporte como documento, tinha que ser a identidade.

Como pode um juiz não respeitar um documento emitido por uma nação e discriminar um passaporte?

Só me restava cem reais e alguns centavos.

Eu precisava de uma identidade com urgência, pois a audiência com o Juiz já estava agendada, com data marcada e as instituições do governo que forneciam identidades demoravam naquela época 15 a 20 dias para entrega-las.

Correndo atrás do prejuízo descobri que um delegado corrupto me conseguiria uma identidade em 5 dias se eu lhe desse R$ 100,00 de propina.

Não tive escolha, tive que pagar e me restaram alguns centavos.

Eu era vegetariano na época e tive duas alternativas diante das moedas que me restavam: ou comprava uma laranja (uma só, eram poucas moedas) ou comprava uma esfiha em uma rede de lanchonetes chamada Grupo Sérgio, que não existe mais hoje, mas que na época comercializavam a esfiha a um preso tão baixo que eu conseguiria comprar uma.

Eu não sabia de onde viria meu próximo tostão então optei por uma esfiha de queijo, pois ela continha gordura e, portanto me alimentaria pois mais tempo.

E essa única esfiha me alimentou por quatro dias em que nada mais comi até conseguir resgatar um cheque que recebi como pagamento de uma primeira aula de um curso de Neurolinguística que ministrei dois dias depois de ter comido como última refeição a esfiha de queijo.

Nesse tempo eu morava na Alameda Santos em São Paulo, próximo da avenida Rebouças.

Como não tinha dinheiro para o ônibus e estando sem comer mais nada há dois dias saí para ir ministrar a aula com três horas de antecedência, desci a Rebouças até a Av. São Luis e de lá prossegui até a praça da Sé.

Da Sé subi a Conselheiro Furtado até o fim, caminhei mais umas oito quadras após o Jardim da Aclimação, tive que ministrar uma aula de quase três horas em pé e ao final as pessoas me pagaram com cheques (Recebi três cheques).

Não consegui nenhum carona com os alunos e mesmo estando com a esperança de voltar de ônibus e comer alguma coisa antes de pegar o ônibus (já estando em jejum por dois dias) tive que voltar a pé todo o caminho de retorno e o pior é que choveu o tempo todo e eu não tinha guarda chuva.

Estimo que tenha andado uns dois quilômetros até a Av. São Luiz, um quilômetro e meio até a praça da Sé, mais uns dois quilômetros até o fim da Conselheiro Furtado, mais um quilometro até meu destino final.

Total 6 km e meio, treze no total (ida e volta).

No dia seguinte resfriado e com febre me arrastei até o banco, naquele tempo o Bamerindus, depois HSBC e hoje Bradesco para depositar um dos cheques.

Por que só um dos cheques?

Porque com a chuva os cheques praticamente derreteram e apenas um foi aceito pelo banco (na outra semana as pessoas trocaram os cheques).

Então foi só esperar dois dias pela compensação e pude comer e comprar um xarope para minha gripe completando mais ou menos quatro dias de jejum (Naquele tempo eu ainda não era Páleo e me gripava quando tomava uma chuva durante uma caminhada de mais de uma hora).

Então se você gosta de se sacrificar e está disposto a castigar a si mesmo, ou se ama caminhar (de preferência não embaixo de chuva), basta minimizar sua ração alimentar (coma apenas um terço do habitual ou até menos) e caminhe até gastar a sola dos pés  e com certeza vai emagrecer.

Nesses quatro dias retornei pela segunda vez ao mesmo peso que eu tinha quando tinha 18 anos, foi a segunda vez que consegui isso em minha idade adulta por pura penúria e não mérito pessoal eu ainda não tinha descoberto a Dieta Páleo Simplificada.

Portanto se eu consegui você consegue também, mas é um alto preço a pagar.

Se você fizer a Dieta Páleo Simplificada vai emagrecer muito mais rápido e comendo muito bem, comida de verdade.

 Para ver depoimentos de pessoas que emagreceram clique aqui.

Para saber quem é o Coach Dr. Marco Natali clique aqui.

Para que possamos entrar em contato e agendar um horário disponível da Consultoria Gratuita, basta clicar nas palavras em vermelho e enviar seus dados.

A Consultoria Gratuita é realizada em uma sessão on-line
de 50 minutos.

          Divulgue este Blog e esta oportunidade de Consultoria Gratuita para seus amigos e amigas, vamos ajudar a quem precisa.

Para retornar à página inicial clique aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *