Gordura localizada chama a MORTE.

LOCALIZADAA GORDURA LOCALIZADA

Se você observar dois tipos de bois, o Zebu e uma outra raça qualquer, vai perceber que o Zebu tem uma corcova (o cupim) rica em gordura, mas outras raças não tem.

BOIS

Obviamente o Zebu precisou ingerir mais alimento do que o que necessita em seu gasto energético diário para conseguir formar essa corcova, mas outras espécies de gado por mais capim que coma e até quando pesa bem mais que o Zebu (como no exemplo acima) não produz essa corcova.

E o mesmo acontece com o ser humano, para que consiga ter gordura localizada ele tem que ingerir alimentos acima de sua necessidade diária de energia e a localização dessa gordura em seu corpo vai variar como varia nas espécies de gado, localizando-se genericamente em certas espécies e localizando-se na corcova se for da raça Zebu.

Mas há um diferencial entre o gado e gente.

O gado pasta capim.

Mas gente nos dias de hoje tem milhares de opções de alimentos, basta atravessar a rua e entrar no supermercado.

O que acumula gordura no gado é a quantidade de alimento ingerido, pois ele sempre se alimenta da mesma coisa (capim ou ração), mas o que engorda os humanos não é a quantidade de alimentos ingerida.

O que engorda você não é o quanto você come é o que você come.

Bom, eu já lhe disse isso antes né?

Eu já disse isso aqui diversas vezes, espero que você aprenda isso e nunca se esqueça, pois é a diferença entre ter saúde ou ter doença, entre ser magro ou ser gordo, entre emagrecer e permanecer magro ou emagrecer e voltar a engordar.

Mas voltemos à questão da gordura localizada.

Você começa a acumular gordura muito tempo antes de o perceber.

Por que?

Porque a gordura inicialmente começa a se acumular entre as vísceras, daí ser denominada nessa primeira fase “gordura intravisceral”.

Nessa fase você já está acumulando gordura, mas ela ainda não está perceptível visualmente.

Talvez você até esteja aumentando de peso, mas ele ainda não é visível.

Essa fase costuma ocorrer quando você entra na faculdade.

Até você entrar na faculdade você praticava esportes, jogava futebol, se mexia, comia a comida da mamãe.

Mas ao entrar na faculdade não sobra tempo para uma prática tão regular de esportes e se você for estudar em outra cidade acabou a comida da mamãe.

Essa modificação em seus hábitos faz com que seu organismo comece a acumular gordura (a menos que você esteja praticando a Dieta Páleo Simplificada.).

Mas esse processo leva anos, em média por volta de 3 a 6 anos.

O que coincide com o término da faculdade.

Ao concluir a faculdade você ingressa no mundo do trabalho ou se casa.

Ambas opções ensejam a perpetuação de maus hábitos de exercícios e de alimentação.

E a gordura que era intravisceral já tendo preenchido todo o espaço que havia entre as vísceras, começa a ocupar o espaço subcutâneo.

E então.

De uma hora para a outra você está gordo!

A questão é que não foi de uma hora para outra, você começou a engordar (de forma imperceptível visualmente) há anos atrás, quando começou a acumular a gordura intravisceral.

Numa análise superficial você se referiria a seu processo engordativo dizendo: – Cara! De repente em seis meses engordei!

Mas esses seis meses foram a segunda etapa (gordura subcutânea), você não está levando em conta a primeira etapa (gordura intravisceral).

Então, à primeira vista irá lhe parecer que você engordou muito em poucos meses, mas agora você sabe que levou anos para você chegar aí.

E é nesse momento que você está aberto à ilusão do emagrecimento rápido.

Você ouve falar um monte de mentiras de gente que quer lhe vender um medicamento, uma dieta, uma fruta exótica, um shake,  que irá emagrecer você rapidamente.

Vão prometer a você emagrecer dez quilos em três dias, ou vinte quilos em um mês.

É óbvio que isso é impossível, mas como você acha que engordou em poucos meses pode até se iludir e imaginar que isso é verdade.

Mas não é sinto muito.

Análises tem comprovado que qualquer tipo de dieta emagrece você, os resultados são bem semelhantes, pois  nas primeiras semanas o emagrecimento tende a ser mais rápido.

Mas costumo chamar essas dietas de “regimes de emagrecimento”, não são dietas para mim.

Por que não?

Porque dietas não são para serem feitas por um pequeno período de tempo com o único objetivo de perder peso.

A palavra dieta veio do grego “diaita” e significa modo de viver.

Sim eu sei que já lhe disse isso antes, mas por que estou repetindo?

Porque estou tentando lhe ensinar algo que preste, você está percebendo isso? Tenho me esforçado bastante, não tenho?

A verdadeira dieta é um modo de viver e como tal vai lhe trazer saúde, vai evitar a maioria das doenças que existem por aí (principalmente as moléstias autoimunes que são o maior flagelo da humanidade e que matam a maioria das pessoas).

A “diaita” dentro do conceito em que foi criada pelos filósofos gregos inclui uma filosofia de vida, o convívio com as outras pessoas, as práticas físicas e espirituais.

Mas voltemos a questão das gorduras localizadas.

As gorduras localizadas são as últimas a se formarem lembra?

Elas fazem partes das gorduras subcutâneas e não das gorduras intraviscerais.

Você as conseguiu por último, portanto as perderá por último.

Sim, eu sei, isso é desalentador.

E o que é pior, se você pesa muito, vai emagrecer dezenas de quilos e ninguém vai perceber porque a “deformação” (a gordura localizada) vai continuar presente e só vai desaparecer por último.

É por isso que se costuma dizer que a gordura se perde por igual no corpo todo, não apenas as localizadas.

E existem algumas característica muito especiais, algumas das quais percebi em mim mesmo.

Aqueles pneus que ficam ao lado da cintura desaparecem completamente, mas o pneu do lado esquerdo desaparece antes do que o que fica do lado direito.

Não sei o porque, mas talvez seja porque o fígado fique à nossa direita e os gordos tem o fígado envolto em gordura.

A gordura acumulada no fígado é denominada esteatose hepática e tanto pode provir do acúmulo da gordura pela ingestão de carboidratos como pelo excesso de consumo de álcool.

Quando você não consome carboidrato a gordura não se acumula nem no seu fígado nem em nenhuma outra parte do seu organismo, pois com o controle da emissão da insulina (só controlável se você diminui e quase elimina totalmente os carboidratos) volta a ser (era sua função original) o combustível principal do corpo e passa a ser eliminada continuamente, até desaparecerem todas as gorduras localizadas e seu organismo alcançar o equilíbrio (homeostase).

Abaixo à esquerda você tem a imagem de um fígado saudável e à direita de um fígado com esteatose:

FIGADOSSe você tiver noção de outros idiomas, inglês e alemão, por exemplo, vai perceber que o fígado e não o coração é o centro da vida.

Em inglês, vida é live, viver é to live e fígado é liver.

Quando você prejudica seu fígado a ponto de conduzi-lo à esteatose está prejudicando sua vida, convidando as doenças crônicas e autoimunes a se manifestarem.

Em outras palavras, você está se matando.

E aí, quando aquele pai ou aquela mãe obesos falecem, os filhos culpam a Deus.

É sabido que os gordos vivem menos que os magros como você já sabe.

Mas você nem precisa se lembrar disso, basta olhar a seu redor.

Observe os idosos com mais de 90 anos e verá que todos são magros.

Os gordos não chegam até lá.

Para ver depoimentos de pessoas que emagreceram clique aqui.

Para saber quem é o Coach Dr. Marco Natali clique aqui.

Divulgue este Blog e esta oportunidade de Consultoria Gratuita para seus amigos e amigas, vamos ajudar a quem precisa.

Deixe um comentário abaixo por favor.

Para retornar à página inicial clique aqui.

Participe da discussão

2 comentários

  1. Obrigado Marcos. A verdade tem que ser dita e por ser verdadeira é sempre excelente. Pena que existem pessoas que por interesse escusos vão à TV falar um monte de bobagem e transmitir tanta ignorância ao povo. Deveria haver uma lei contra isso. Seja bem vindo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *